Adolescente decapitou colega de escola por ciúmes da namorada

Foto6 Mathew Borges Adolescente decapitou colega de escola por ciúmes da namorada
Mathew Borges (esq.), de 17 anos, está sendo julgado como adulto e enfrenta a acusação de homicídio em 1º grau

Mathew Borges, na época com 15 anos, é acusado de ter cortado a cabeça e mãos de Lee Manuel Viloria Paulino, de 16 anos, em Lawrence (MA)

No início da semana, promotores públicos informaram que um adolescente enciumado decapitou um colega de escola porque pensou que a vítima tivesse feito sexo com a namorada dele. O réu Mathew Borges tinha somente 15 anos de idade, em novembro de 2016, quando foi acusado de cortar a cabeça e mãos de Lee Manuel Viloria Paulino, de 16 anos, em Lawrence (MA).

Borges matou o calouro da Lawrence High School durante um ataque de raiva depois de acusar a vítima de ter dormido com a namorada dele, fazendo com que o casal se separasse, relataram os promotores públicos na Corte Superior do Condado de Essex, na segunda-feira (29).

“Eu penso em matar alguém e sorrio. Isso é somente o que eu penso todos os dias”, diz a mensagem de texto enviada por Borges à namorada, relatou o promotor público, Jay Gubitose. “A próxima vez que você me ver olhe para os meus olhos, pois essa será a última vez que eles estarão assim. Eles estarão mortos”, pouco antes do crime brutal.

No dia seguinte, Paulino desapareceu e o corpo decapitado dele foi encontrado posteriormente por um homem que caminhava com seu cachorro. Pouco tempo depois, um patrulheiro encontrou a cabeça da vítima numa saca plástica nas proximidades.

Câmaras de segurança filmaram os dois adolescentes caminhando em direção ao rio Merrimack, mas Borges alegou inicialmente à polícia que eles foram fumar maconha. Entretanto, depois que o acusado foi preso, os detetives encontraram na casa do suspeito uma agenda com os dizeres: Telefonar para alguns amigos, cobrir os sapatos com sacos plásticos e “mata-lo”, relatou o promotor público.

“O réu disse que apunhalou a vítima, cortou a cabeça e mãos delas para que não pudesse ser identificada”, detalhou Gubitose durante a audiência.

O advogado de defesa, Edward Hayden, alegou que o máximo que Borges deve ser acusado é de ter arrombado a casa da vítima; não a assassinado. “As testemunhas que dirão que ele cometeu homicídio não são confiáveis”, argumentou.

Atualmente, Borges tem 17 anos de idade, está sendo julgado como adulto e enfrenta a acusação de homicídio em 1º grau. O julgamento continua e deve demorar 3 semanas.

Fonte: Brazilian Voice

Comentários Facebook