Mineiro morre ao tentar atravessar ilegalmente a fronteira entre México e EUA

O Itamaraty confirmou que está apurando junto às autoridades norte-americanas a morte do mineiro Ivandro Ramos Santiago, de 38 anos, na fronteira entre os Estados Unidos e México. A informação foi confirmada à rádio Itatiaia, de Minas Gerais.

De acordo com as informações apuradas, Santiago era produtor rural e morava na cidade de Itaipê, zona rural do Vale do Mucuri, leste de Minas Gerais, com a esposa e o neto dela.

Grupo com 30 brasileiros é detido por milícia na fronteira ao tentar entrar nos EUA

No dia 24 de agosto, ele teria tentado a travessia, mas bateu a cabeça em uma pedra e caiu em um rio. O corpo foi levado pela correnteza e encontrado logo depois. A família foi informada da morte na semana passada.

Segundo conterrâneos e informações das redes sociais, ainda não se sabe a causa da morte. Amigos estão fazendo uma campanha com o objetivo de arrecadar dinheiro para levar o corpo de volta ao Brasil. O translado estaria orçado em U$ 10 mil. Interessados em ajudar podem fazer um depósito na conta de Maria Elza Dias dos Santos, no banco Itaú, agência 5564, conta corrente 13.576-1.

Número de brasileiros mortos na fronteira é maior que o oficial, diz Itamaraty

Só em 2018, os números oficiais do U. S United States Border Patrol (Southwest Border Sectors) indicam que 283 pessoas de diversas nacionalidades morreram na travessia da fronteira entre o México e Estados Unidos. Nos últimos cinco anos, há registro de apenas três casos de desaparecimento e dois falecimentos confirmados de brasileiros na tentativa de travessia. Esse total não representa a realidade, de acordo com o próprio Itamaraty.

No início de julho de 2019, uma menina identificada pela família como brasileira desapareceu nas águas do Rio Grande. Ela estava com a mãe. Até hoje o corpo não foi encontrado.Houve, ainda, o desaparecimento de um grupo de 19 pessoas em travessia pelo mar, em 2016. Mas esse número, diz o governo, é apenas indicativo, pois o registro é resultado de informações enviadas voluntariamente por autoridades estrangeiras ou por familiares e amigos dos brasileiros. É possível que haja incidentes que não tenham sido comunicados ao Itamaraty e, portanto, a quantidade provavelmente é maior, diz o órgão. Leia a matéria completa aqui.

Leia mais sobre o assunto em

Outro brasileiro perde a vida ao atravessar a fronteira México – EUA

Cada vez mais brasileiros se arriscam para chegar aos EUA via Bahamas

O post Mineiro morre ao tentar atravessar ilegalmente a fronteira entre México e EUA apareceu primeiro em .

Fonte: Gazeta News

Comentários Facebook