Kushner tenta reviver plano de reforma migratória de Trump

Foto10 Jared Kushner scaled Kushner tenta reviver plano de reforma migratória de Trump
Kushner tem se reunido com líderes empresariais, indivíduos a favor do endurecimento na imigração e outros grupos importantes para os republicanos

Há um abismo entre o que os interesses comerciais querem e o que os grupos que apoiam a restrições na imigração estão dispostos a aceitar

Jared Kushner tenta silenciosamente ressuscitar as discussões sobre a reforma do sistema de imigração dos EUA. O conselheiro sênior e genro do Presidente Trump tem se reunido com líderes empresariais, indivíduos a favor do endurecimento na imigração e outros grupos importantes para os republicanos. O objetivo é lançar um novo plano de imigração depois que o julgamento de impeachment de Trump terminou.

O esforço responde à tentativa de lobby de grupos empresariais, que tentaram usar a economia do país em expansão, uma parte central da mensagem da campanha de Trump em 2020, para defender que mais trabalhadores preencham vagas importantes.

Entretanto, o plano de Kushner enfrenta obstáculos imensos. Há um abismo entre o que os interesses comerciais querem e o que os grupos que apoiam a restrições na imigração estão dispostos a aceitar. Os democratas tendem a denunciar qualquer esforço que não favoreça os 11 milhões de imigrantes sem documentos que vivem nos EUA ou aos DREAMers, pessoas sem documentos trazidas ao país quando crianças.

A Casa Branca se recusou a responder as perguntas específicas sobre o plano. Os detalhes do plano não foram finalizados e podem mudar ou até ser arquivados.

“Não houve decisões finais sobre propostas políticas específicas; no entanto, o Presidente deixou claro que devemos ter uma política de imigração racional e sã para manter os cidadãos americanos seguros. Elas incluem o término do muro (na fronteira dos EUA e México), proteger nossa fronteira e um sistema de imigração baseado no mérito que protege os salários e empregos americanos”, disse o porta-voz da Casa Branca, Hogan Gidley.

Fonte: Brazilian Voice

Comentários Facebook