Democratas dão prazo até o dia 23 para IRS entregar impostos de Trump

O chefe do Comitê para Ways and Means da Câmara dos Deputados, Richard Neal, deu prazo até o dia 23 de abril para que o Internal Revenue Service (IRS) apresente o imposto de renda do presidente Trump. Neal baseia a exigência em um artigo da lei tributária que permite ao chefe do Comitê Tributário requisitar uma cópia do imposto de renda de qualquer contribuinte, inclusive do presidente.

Neal, Democrata por Massachusetts, mandou uma segunda carta ao IRS no sábado, pedindo as seis últimas declarações do imposto de renda do presidente e de seus negócios. Caso o prazo não seja atendido, Neal ameaça usar recursos legais para fazer cumprir o requerimento. “Saiba que se não atender ao meu pedido sua atitude será interpretada como uma negativa ao meu requerimento”, escreveu Neal.

Uma primeira carta foi enviada no começo do mês ao comissário do IRS, Charles Rettig, pedindo a liberação dos impostos de Trump até o dia 10 de abril passado. O secretário do Tesouro, Steve Munchin, respondeu que precisava de mais tempo para revisar o pedido e consultar o departamento de Justiça.

A lei federal dá poder aos chefes do Comitê de Ways and Means da Câmara, do Comitê de Finanças do Senado e do Comitê Tributário para requisitar os impostos de qualquer contribuinte, embora alguns juristas digam que é necessário um motivo legislativo para tal, coisa que os Democratas acreditam ter.

Membros do governo e seus aliados, incluindo o Chefe de Equipe em Exercício da Casa Branca, Mick Mulvaney, dizem que o requerimento é um ataque político e uma violação à privacidade do presidente.

Trump rompeu com 40 anos de tradição ao recusar-se a apresentar sua declaração de renda antes das eleições de 2016. O então candidato alegou que seus impostos estavam sendo auditados e que não os revelaria antes da auditoria acabar, embora não haja nenhuma lei que proíba a divulgação de impostos sob auditoria.

Fonte: AcheiUSA

Comentários Facebook