Pastor texano admite ter usado drogas e pagado por sexo

Foto8 Donnie Romero Pastor texano admite ter usado drogas e pagado por sexo“Eu bebi (álcool) e apostei múltiplas vezes… Eu até fumei maconha”, disse Donnie Romero no vídeo postado no YouTube

Donnie Romero ganhou notoriedade nacional quando elogiou Omar Mateen, que abriu fogo no interior de uma boate gay em Orlando (FL)

Um pastor no Texas que apoiou o atirador que matou 49 pessoas na boate gay Pulse na Flórida deixou o cargo. Ele admitiu ter consumido drogas e pagado prostitutas. Donnie Romero, antigo pastor da Stedfast Baptist Church em Fort Worth (TX), pediu desculpas num vídeo postado no YouTube, na quarta-feira (9).

“Eu quero dizer a vocês que eu sinto muito. Eu menti para muitas pessoas em nossa igreja. Na última quarta-feira, eu pedi demissão, mas eu não disse a ninguém os detalhes”, disse ele. “Eu fui a Jacksonville, fui a um cassino e estava bebendo. Havia garotas lá que eram prostitutas e eu cometi adultério contra a minha esposa múltiplas vezes. Eu bebi (álcool) e apostei múltiplas vezes… Eu até fumei maconha”.

Em 2016, Romero ganhou notoriedade nacional quando elogiou Omar Mateen, que abriu fogo no interior de uma boate gay em Orlando (FL), antes de ter sido morto durante um tiroteio com a polícia.

“Esses 50 sodomitas são todos pervertidos e pedófilos. Eles são o lixo da terra e o planeta é um lugar melhor agora, portanto, irei além”, disse Romero num sermão publicado online pelo jornal Dallas Morning News. “Eu rezarei a Deus como fiz nessa manhã e rezarei novamente essa noite, para que Deus termine o trabalho que aquele homem começou”.

O Southern Poverty Law Center classificou a Stedfast Baptist Church, que é filiada ao Faithful World Baptist Church em Tempe, Arizona, como um grupo de ódio contra a comunidade LGBT. A igreja postou um vídeo no YouTube mostrando Romero anunciando que deixava o cargo.

“Eu tenho sido um marido e pai terrível”, disse Romero no vídeo. “Esta é a melhor decisão; para a minha família e esta igreja, a ser tomada”.

Fonte: Brazilian Voice

Comentários Facebook