EUA: Imigrante mexicano morre sob custódia de agentes da Fronteira

Os médicos o diagnosticaram com cirrose hepática e falha cardíaca generalizada. O mexicano permaneceu internado até morrer no domingo.

O governo dos Estados Unidos confirmou nesta terça-feira (19) a morte de um mexicano que estava sob custódia da Agência de Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) após ter entrado ilegalmente no país no último dia 2 de fevereiro. O imigrante, de 45 anos, entrou nos EUA por um posto de fiscalização alfandegária no Texas, onde foi preso por agentes da fronteira. No local, ele pediu atendimento médico.

Após passar por exames clínicos em um hospital regional, o imigrante foi levado ao Centro Médico de McAllen. Os médicos então diagnosticaram uma cirrose hepática e uma falha cardíaca generalizada. O mexicano permaneceu internado até morrer no domingo. “A perda de uma vida é trágica. Nossas condolências para a família e seus entes queridos. A CBP continua empenhada em garantir um tratamento humano para todos que estão sob nossa custódia”, disse o subcomissário de Assuntos Públicos da agência, Andrew Meehan. O homem mexicano é o terceiro imigrante a morrer sob a custódia da CBP nos últimos três meses. As duas outras vítimas foram uma menino guatemalteco, de 8 anos, e uma menina, do mesmo país, de 7. A secretária de Segurança Nacional, Kirstjen Nielsen, disse que as mortes ocorreram devido ao aumento das prisões na fronteira e ao fato de que cada vez mais imigrantes chegam doentes.

Fonte: Brazilian Press

Comentários Facebook