Coronavírus: New Jersey já tem 44 vítimas fatais

coronavirus blood test scaled Coronavírus: New Jersey já tem 44 vítimas fatais
O Estado Jardim possui dados para 12 mil testes realizados até o momento

Este é o maior pico em um único dia desde que o vírus chegou ao estado no início de março

Na quarta-feira (25), apesar de o Governador Phil Murphy ter expressado sérias dúvidas sobre o plano do Presidente Donald Trump de ter os EUA “abertos e ansiosos para passar a Páscoa”, ele anunciou que vários tipos de empresas em New Jersey forçadas a fechar durante a pandemia de coronavírus podem voltar a atender o público. As lojas que podem novamente receber clientes incluem: Lojas de varejo e reparos de telefones celulares; lojas de bicicleta, mas apenas para fornecer serviços e reparos; lojas de ração animal; viveiros e lojas de jardinagem e lojas de equipamentos agrícolas.

Durante entrevista ao canal de notícias CNN, Murphy disse que, se Trump anunciar que as empresas fechadas dos EUA podem reabrir quando a ciência não provar que isso está pronto para acontecer, ele manterá as medidas restritivas que instituiu em New Jersey. Enquanto isso, o número de casos de coronavírus em New Jersey aumentou para 3.675, com 44 mortes; o maior pico em um único dia desde que o vírus chegou ao estado no início deste mês. O Estado Jersey tem o segundo maior número de casos de coronavírus no país, depois de Nova York.

Autoridades de saúde de Nova York revelam resultados negativos de testes pela primeira vez: Autoridades disseram, na terça-feira (24) que 27% das pessoas testadas para o coronavírus em New Jersey foram positivas para o coronavírus (Covid-19). O estado possui dados para 12 mil testes realizados até o momento, embora ainda estejam tentando obter informações sobre 8% dos testes sendo realizados em laboratórios. As informações podem ser essenciais na determinação de quantas camas hospitalares em New Jersey podem ser necessárias para pacientes gravemente doentes.

Um novo teste de coronavírus pode fornecer resultados em menos de 1 hora: os pesquisadores da Universidade Rutgers estão testando um novo e mais rápido teste que pode revolucionar a maneira como a equipe médica faz o teste do coronavírus. Se tudo correr bem, o teste pode ser concluído em cerca de 45 minutos em um hospital, em vez de ser enviado para um laboratório que pode levar 5 dias ou mais para obter resultado, de acordo com uma declaração da Rutgers New Jersey Medical School.

Fonte: Brazilian Voice

Comentários Facebook

Marcações: