Marcas de água engarrafada contêm níveis altos de arsênico, diz Consumer Reports

Água engarrafada foi o número um de bebidas embaladas nos EUA em 2018, segundo a International Bottled Water Association, mas uma nova investigação feita pelo Consumer Reports – agência que analisa a qualidade de produtos de consumo – encontrou várias marcas de água engarrafada com altas taxas de arsênico.

Uma das marcas analisadas, a Starkey Spring Water, de propriedade da Whole Foods – do final de 2016 até o início de 2017, mais de 2 mil caixas foram recolhidas do mercado porque continham níveis de arsênio mais altos do que o permitido pelo governo federal.

Após os recalls, os resultados dos testes da própria empresa mostraram que a Starkey Spring Water ainda tem níveis de arsênico de 8 partes por bilhão, o que é compatível com o federal, mas acima do que autoridades de saúde de alguns estados e Consumer Reports consideram seguros.

O limite federal para o arsênico na água engarrafada é de 10 partes por bilhão, mas o Consumer Reports diz que o limite deve ser alterado para não mais do que 3 partes por bilhão.

No total, a CR identificou 11 marcas de mais de 120 declaradas, com base em testes encomendados, tinham quantidades detectáveis ​​de arsênico.

Como por exemplo, uma análise de registros públicos e de próprios testes independentes da CR, descobriram que a Penafiel, de propriedade da Keurig Dr Pepper, tinha água que testou acima do limite federal, com níveis de arsênico de 17 partes por bilhão. Desde então, Penafiel disse à CR que parou a produção em sua fábrica para melhorar a filtragem de arsênio.

A análise da CR também encontrou várias outras marcas populares, incluindo a Crystal Geyser Alpine Spring Water e a Volvic, que vendem água engarrafada compatível com as taxas estipuladas pelo governo federal, mas que a pesquisa sugere que pode ser insegura para beber.

O cientista-chefe da Consumer Reports, James Dickerson, explica que o arsênico é um metal pesado que, com exposição crônica ao longo do tempo, pode causar sérios problemas de saúde, incluindo câncer e doenças cardiovasculares.

“Não faz sentido que os consumidores possam comprar água engarrafada que seja menos segura do que a água da torneira”, diz James Dickerson, Ph.D., diretor científico da Consumer Reports. “No mínimo, água engarrafada – um produto pelo qual as pessoas pagam um valor, muitas vezes porque supõem que é mais segura – deve ser regulada pelo menos tão estritamente quanto a água da torneira”.

Além de águas, a CR testou 45 sucos de frutas populares vendidos em todo o país – incluindo misturas de maçã, uva, pêra e frutas – e encontrou níveis elevados desses elementos, comumente conhecidos como metais pesados, em quase metade deles, incluindo sucos comercializados para crianças. “Em alguns casos, beber apenas metade de um copo por dia é o suficiente para aumentar a preocupação”, diz James Dickerson.

As empresas de água engarrafada mencionadas disseram aderir aos padrões do governo e que o arsênico pode ocorrer naturalmente.
Para a segurança, quem tem o hábito de consumo de água engarrafada, pode procure on-line o relatório de qualidade da água da empresa ou ligar para pedir uma cópia.

Para ler o relatório completo da CR, clique CR.org/arsenicinwater

O post Marcas de água engarrafada contêm níveis altos de arsênico, diz Consumer Reports apareceu primeiro em .

Fonte: Gazeta News

Comentários Facebook