1400 brasileiros solicitaram autorização de residência em Portugal nas primeiras 24 horas

Depois de meses encerrado devido à pandemia, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF)…

Depois de meses encerrado devido à pandemia, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) finalmente abriu e está a mil! Na frente da fila estavam mais de 1400 brasileiros, constituindo de longe o maior grupo demográfico entre os inscritos, o que correspondeu a cerca de 41% dos 3400 inscritos no primeiro dia de reabertura. Os brasileiros são a maior comunidade de estrangeiros residentes em Portugal, com relatórios estimando que existam mais de 180.000 deles no país. O segundo lugar pertence ao Reino Unido, com cerca de 46.000 cidadãos, e o terceiro é Cabo Verde, país africano de língua oficial portuguesa.

Há muito que os brasileiros são atraídos para Portugal e o seu número no país tem vindo a aumentar continuamente ao longo de décadas. A língua compartilhada e a cultura são atraentes quando combinadas com a forte economia de Portugal e oportunidades de carreira, especialmente nas principais cidades de Lisboa e Porto. O governo português também começou a tornar o país ainda mais atraente para os brasileiros e outros do mundo lusófono, com programas que oferecem direitos sociais, moradia e visto de trabalho para quem fala português fluentemente. Ampliaram também um programa de apoio financeiro a quem pretendia mudar-se para o interior de Portugal. Originalmente, apenas portugueses residentes em suas cidades costeiras como Lisboa e Porto eram elegíveis, mas agora os brasileiros podem se inscrever no esquema e receber ajuda para se mudar para o país.

Um desses lugares onde os brasileiros podem receber ajuda financeira para se mudar é Castelo Branco. Situada no leste do país, perto da fronteira com Espanha, a região oferece algumas dos aluguéis mais acessíveis de Portugal, com valor médio mensal de 404 € (estimado em setembro de 2021). Em comparação com o aluguel médio observado em Lisboa e Porto, que em Setembro era de 1272€ e 960€, Castelo Branco oferece uma opção 2 a 3 vezes mais econômica. A região também oferece uma fatia do Portugal antigo, com sua arquitetura centenária de muralhas e cidadelas dominando o horizonte, em oposição aos quarteirões da cidade e prédios de apartamentos que você veria em Lisboa. Os residentes de Castelo Branco passam os verões nas praias fluviais com piscinas naturais, e exploram o incrível Parque Natural Internacional do Tejo que é uma das regiões menos povoadas do país. Além das belezas naturais que a região tem a oferecer, também é famosa por seus incríveis produtos locais de azeite e mel.

Fonte: Brazilian Times

Comentários Facebook