Defesa de Maluf reitera pedido de prisão domiciliar e diz que ele não representa risco à sociedade; MP é contra

“Há uma justificativa para manter na prisão um cidadão com 86 anos de idade acometido de doenças e que, segundo a acusação, teria praticado um crime há 18 anos e, após isso, não respondeu a nenhum tipo de processo? Ora, se a razão de ser e o ideal da pena é ressocializar e reinserir o cidadão na sociedade de modo que ele não pratique mais crimes, o objetivo estaria plenamente alcançado e satisfeito”, diz o pedido da defesa.