Roberto Freire anuncia saída do governo; Jungmann permanece na Defesa

Os ministros da Cultura, Roberto Freire, e da Defesa, Raul Jungmann, ambos filiados aos PPSAntonio Cruz/ Agência BrasilO ministro da Cultura, Roberto Freire, decidiu deixar o cargo logo após o presidente Michel Temer anunciar que não renunciará à presidência da República por causa das denúncias de que Temer teria pedido ao empresário Joesley Batista, dono da JBS, que desse dinheiro ao ex-presidente da Câmara, o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está preso em Curitiba, na Operação Lava Jato.