Trump: Eu nunca disse que o México pagaria diretamente pelo muro

Foto10 Donald Trump Trump: Eu nunca disse que o México pagaria diretamente pelo muro“Entretanto, eles estão pagando pelo muro indiretamente muitas e muitas vezes através do grande acordo comercial que acabamos de fechar”, alegou Trump

As repetidas promessas de campanha eleitoral e memorandos mostram claramente o contrário

Na quinta-feira (10), o Presidente Donald Trump negou que ele quis dizer que o México pagaria diretamente pelo muro ao longo da fronteira com os EUA; apesar de suas repetidas promessas de campanha e memorandos que mostram claramente o contrário.

“Quando eu disse que o México vai pagar pelo muro na frente de milhares e milhares de pessoas, obviamente elas não vão assinar um cheque”, disse Trump a repórteres antes de partir de Washington-DC para o Texas, onde ele visitará a fronteira.

“Entretanto, eles estão pagando pelo muro indiretamente muitas e muitas vezes através do grande acordo comercial que acabamos de fechar”.

Mas o acordo que o governo Trump fechou com o México e o Canadá para substituir o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA) ainda precisa ser ratificado pelo Senado e não exige que o México pague.

A campanha eleitoral de Trump, em 2016, enviou um memorando ao jornal Washington Post, no qual delineava o plano dele de fazer com que o México liberasse os dólares para a construção da barreira entre os dois países.

“É uma decisão fácil para o México”, dizia o memorando. “Faça um pagamento único de US$ 5-10 bilhões para garantir que US$ 24 bilhões continuem a entrar em seu país ano após ano”.

O memorando prossegue listando um plano diário para obrigar o México a pagar os Estados Unidos pela construção de um muro de fronteira.

Na quinta-feira (10), Trump voou ao Texas, onde participará pela primeira vez de uma mesa redonda sobre imigração e segurança nas fronteiras, depois visitar pessoalmente o Rio Grande. A viagem acontece no 20º dia da paralisação parcial do governo federal, sem que os republicanos nem os democratas cedam a um acordo e Trump continua a citar a possibilidade de declarar emergência nacional para garantir a verba para a construção do muro.

Fonte: Brazilian Voice

Comentários Facebook