Reforma da imigração é uma das principais prioridades do governo Biden, dizem assessores

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, vai demorar “meses” para restabelecer totalmente o processo de asilo na fronteira com o México, por isso “agora não é a hora” para os migrantes viajarem para o norte, alertaram na segunda-feira seus conselheiros sobre política e segurança nacional, respectivamente, Susan Rice e Jake Sullivan.

Em entrevista exclusiva à Efe, por escrito, Rice e Sullivan tentaram conter o “efeito de atração” que a próxima chegada ao poder de Biden pode gerar entre os migrantes, após quatro anos de restrições ao direito de asilo no governo de Donald Trump e depois dos devastadores furacões Eta e Iota passaram pela América Central.

Biden looks to Susan Rice to elevate low-profile Domestic Policy Council

A capacidade de processamento na fronteira não é como uma luz que pode ser ligada e desligada. Os imigrantes e os requerentes de asilo não devem de forma alguma acreditar nas pessoas da região que estão vendendo a ideia de que a fronteira ficará subitamente aberta para todos no primeiro dia. Não será assim. Estamos herdando uma infraestrutura profundamente danificada, que não está funcionando, e isso precisa ser restaurado e expandido em grande parte, especialmente à luz da atual pandemia.

Nossa prioridade é reabrir o processamento de asilo na fronteira de acordo com a capacidade de fazê-lo com segurança e proteger a saúde pública, especialmente no contexto do COVID-19. Esse esforço começará imediatamente, mas levará meses para desenvolver a capacidade de que precisaremos para reabrir totalmente.

I Was Hillary Clinton's Chief Foreign-Policy Advisor. And I Have a #MeToo Mea Culpa. | Belfer Center for Science and International Affairs

Em primeiro lugar, o presidente eleito Biden está empenhado em melhorar a situação na região, inclusive por meio de ajuda emergencial às pessoas mais afetadas pelos recentes furacões. Em segundo lugar, estabelecerá novos programas na região para que pessoas desesperadas possam encontrar segurança e buscar proteção mais perto de casa e sem ter que colocar suas vidas nas mãos de traficantes e contrabandistas. O trabalho para estabelecer esses programas e a assistência adicional na região começará assim que o presidente eleito Biden assumir.

Tendo em vista a pandemia e o grande número de migrantes que já esperam no norte do México, agora não é o momento de embarcar na perigosa viagem para os Estados Unidos. Levará meses para implementarmos totalmente nossos planos.

Como todos sabem o presidente eleito Biden enfrentará muitos problemas críticos quando assumir o cargo. Mas abordar nosso sistema de imigração disfuncional é uma de suas principais prioridades. Nosso sistema de imigração precisa de reforma há muito tempo, e essa necessidade se tornou mais urgente nos últimos anos. Por isso, o presidente eleito cumprirá seu compromisso de enviar um projeto de lei ao Congresso imediatamente após a posse. O governo Biden não vai conseguir consertar tudo sozinho, precisamos de mudanças legislativas.

Fonte: Brazilian Press

Comentários Facebook