Promotores de Massachusetts processam ICE por prisões em tribunais

Promotores e defensores públicos de Massachusetts entraram na segunda-feira (29) com um processo na Justiça contra a ação do U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) em tribunais do Estado. Desde o início da administração Trump, o número de prisões nas Cortes aumentou significativamente.

O processo alega que réus e testemunhas estão sendo afetados diretamente pela ação do ICE, o que vem atrapalhando o trabalho de todos.

“Comunidades inteiras de imigrantes veem a Corte como um lugar que eles não podem ir porque serão presos, impedindo o acesso dessas pessoas à Justiça”, descreve o processo judicial.

A promotora pública Distrital do Condado de Suffolk, Rachael Rollins, disse ter presenciado casos criminais sérios contra indivíduos que cometeram atos violentos e hediondos serem suspensos devido às prisões realizadas pelos agentes do ICE. “Eu não estou pedindo nem pretendo interferir no trabalho do governo federal quando eles estiverem exercendo sua autoridade. Eu simplesmente peço que eles nos paguem o mesmo respeito e não interfiram no nosso trabalho”, ressaltou Raquel.

A ação judicial foi apresentada poucos dias depois que uma juíza do mesmo Estado e seu assistente foram acusados de ajudar um imigrante indocumentado a escapar do ICE.

Os dois teriam deixado o imigrante sair pela parte de trás do tribunal para evitar ser preso por agentes do ICE, que estavam esperando pelo homem. O imigrante indocumentado já havia sido deportado dos EUA duas vezes.

Fonte: AcheiUSA

Comentários Facebook

Marcações: