Oficial: Brasil submete ao Governo dos EUA o nome de Eduardo Bolsonaro como próximo embaixador

‘Agrément’, consulta ao país onde fica a embaixada, foi enviada aos EUA, de acordo com o ministro das Relações Exteriores.

O Brasil submeteu aos Estados Unidos a sugestão do nome de Eduardo Bolsonaro para ocupar a embaixada em Washington, afirmou nesta sexta-feira (26) o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

“Foi pedido o ‘agrément’ e esperamos a resposta americana, de acordo com a praxe diplomática. Mas tenho a grande certeza de que será concedido pelo governo americano, e Eduardo Bolsonaro será um ótimo embaixador”, disse Araújo, em entrevista coletiva que acontece durante encontro de ministros de Relações Exteriores que formam os Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) no Rio de Janeiro. “Agrément” é uma consulta que se faz ao país onde o embaixador será nomeado. Depois dessa etapa, a indicação de Eduardo Bolsonaro será submetida ao Senado, onde ele será sabatinado.

Ernesto Araújo durante entrevista coletiva após encontro de ministros de Relações Exteriores dos Brics — Foto: Cristina Boeckel

Presidente reforçou

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro já havia falado sobre a consulta. “Acho que foi mandado ontem [quinta-feira, 25] o ‘agrément’. Acho que foi ontem se eu não me engano. Não tenho certeza. Eu acertei com o Ernesto, se não foi ontem foi hoje. A gente não está com pressa”, afirmou Bolsonaro. Bolsonaro já disse em outras oportunidades que não acredita que o governo norte-americano recusará receber Eduardo. Para ser efetivado como embaixador, o deputado terá de renunciar ao mandato e ser aprovado pelo Senado Federal.

Fonte: Brazilian Press

Comentários Facebook