NJ: 18% não obedecem lei que obriga uso das máscaras nos estabelecimentos, diz pesquisa Gallup

O governador Phil Murphy assinou uma ordem executiva em 8 de abril, exigindo que as pessoas usassem uma máscara cobrindo o nariz e a boca quando entravam em uma loja ou outro negócio de varejo. A maioria está em conformidade, dizem as autoridades estaduais, mas nem todos. Uma pesquisa recente da Gallup constatou que 18% do público raramente ou nunca usa máscara, apesar das ordens do governo e de sinais que os empresários postam dizendo aos compradores que devem cumprir.

Agora, os legisladores estaduais apresentaram um projeto de lei que fixaria sentenças de prisão de 30 dias e multas de até US $ 500 para aqueles que se recusarem a usar máscaras, tornando a violação da ordem um crime desordenado. “Embora muitos moradores sigam o mandato do governador, aqueles que não nos colocam em risco”, disse o deputado Ralph Caputo (D-Essex) em comunicado nesta sexta-feira. “É preciso haver algum tipo de penalidade para levar em consideração que esse mandato não é opcional. De uma forma ou de outra, estamos todos juntos nessa pandemia e todos devemos fazer nossa parte para impedir a propagação desse vírus.” O requisito da máscara permaneceria em vigor durante a duração da emergência de saúde pública e do estado de emergência declarado na Ordem Executiva nº 103 , de acordo com o projeto de lei (A4453).

“Sabemos o que é necessário para reduzir a transmissão do COVID-19: usar coberturas de rosto em público e manter uma distância segura dos outros quando possível”, disse a deputada Vainieri Huttle (D-Bergen), também patrocinadora. “Como Nova Jersey continua a entrar em nosso ‘novo normal’, devemos garantir que estamos fazendo tudo o que podemos para manter nossas comunidades seguras na estrada de volta.” O uso de máscaras tornou-se uma fonte de raiva entre uma minoria vocal da população que vê a ordem como uma perda de liberdade. Também se tornou um teste decisivo político, fato que os resultados da pesquisa Gallup confirmam. Mulheres (54%), democratas (61%), nordestinos (54%) dizem que sempre usam máscaras fora de suas casas. Os republicanos estavam entre os que a maioria diz que usam máscaras raramente (9%) ou nunca (27%). Os habitantes do centro-oeste são os mais propensos a rejeitar o uso de máscaras, com 27% dizendo que raramente ou nunca o fizeram, segundo a pesquisa.

Na quarta-feira, uma mulher de 54 anos foi derrubada no chão e sofreu uma fratura na perna dentro de uma loja Hackensack Staples depois de pedir a um cliente que usasse uma máscara, disse a polícia. A vítima disse à polícia que estava usando uma copiadora quando pediu a outro cliente que usasse sua máscara adequadamente. “O suspeito colocou sua própria máscara facial abaixo da boca”, de acordo com a polícia de Hackensack A vítima então apontou a bengala para a mulher, “chegando a centímetros do peito do suspeito”, disse o capitão Darrin DeWitt, detetive do departamento. O suspeito gritou com a vítima novamente, jogando-a violentamente no chão antes de sair da loja, de acordo com a polícia e o vídeo da briga. Assista:

Murphy expandiu a ordem das máscaras em 8 de julho, quando encomendou coberturas de rosto “em espaços públicos ao ar livre, quando não é possível se distanciar socialmente e manter uma distância de um metro e meio de distância de outras pessoas, excluindo familiares imediatos, cuidadores, membros da família ou parceiros românticos”. O pedido também exige que os empregadores adotem políticas que exijam o uso de máscaras em edifícios de escritórios quando os funcionários estiverem em “proximidade prolongada com os outros”. As máscaras impedem com sucesso a propagação do vírus, de acordo com um estudo de caso no Relatório Semanal de Morbidade e Mortalidade publicado pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA . Dois cabeleireiros no Missouri que mais tarde testaram positivo viram 139 clientes. No entanto, clientes e estilistas usavam máscaras e nenhum dos clientes apresentou resultado positivo para o vírus 90 dias depois. Dos 67 clientes que se ofereceram para serem testados, nenhum mostrou sinais de infecção. // NJdotCom.

Fonte: Brazilian Press

Comentários Facebook