Locais de filmagem de “The Crown” serão abertos a visitas

VisitBritain

A Hatfield House faz parte das casas históricas inglesas representadas na série dramática

A Hatfield House faz parte das casas históricas inglesas representadas na série dramática

A quarta temporada da premiada série de drama “The Crown”, que estreia no dia 15 de novembro, na Netflix, mergulha novamente no mundo da família real, passando por diversos cenários do Reino Unido na época dos anos 1970 e 1980. A novidade é que os locais de gravação da nova temporada, tanto os originais quanto os cenários que foram recriados, podem ser visitados quando as viagens internacionais a lazer estiverem mais acessíveis. Por enquanto, alguns dos locais oferecem ainda tours virtuais.

Em Londres, os locais retratados na série que poderão ser visitados incluem a 10 Downing Street, residência oficial e escritório da Primeira Ministra Britânica; a Catedral de St Paul, onde a Princesa Diana Spencer se casou com o Príncipe Charles, em 1981; o luxuoso Hotel Savoy, o favorito da realeza; a Royal Opera House, lar do balé e da ópera real; a Old Brompton Road, onde está localizada a casa em que a Princesa Diana morou quando seu namoro com o Príncipe Charles começou; o Palácio de Buchkingham, residência oficial da família real desde 1837; e o Greenwich Naval College, propriedade com cinco séculos de história e um dos locais de filmagem mais populares da cidade.

A série também retrata alguns locais da Escócia, como o Castelo de Balmoral, que tem sido um lar escocês para a família real britânica desdde 1852; o Dunbeath Estate, castelo do século 18 que representou a Islândia na quarta temporada de The Crown; as vilas de Keiss e Lybster, que foram filmadas como Irlanda e Geórgia; e a Royal Yacht Britannia, a famosa residência flutuante da família real.

Outras propriedades históricas da Inglaterra retratadas na série incluem a Goldsmith’s Hall, a Lancaster House, o Parque Wrotham e a Wilton House.

Fonte: PANROTAS

Comentários Facebook