Trabalhadores imigrantes excluídos da ajuda e auxílio econômico do estado durante a pandemia…

Trabalhadores imigrantes excluídos da ajuda e auxílio econômico do estado durante a pandemia do novo coronavírus levaram a uma ação virtual da comunidade a instar os legisladores estaduais e o governador Phil Murphy a este grupo e suas famílias na ajuda humanitária do Covid19.

O impacto econômico e da saúde em imigrantes sem documentos e suas famílias foi agravado pela falta de ajuda. Os representantes da prefeitura compartilharam suas experiências, pedindo a criação de um fundo de ajuda humanitária para trabalhadores excluídos e seus familiares.

Esse fundo forneceria renda para os trabalhadores imigrantes deslocados, excluídos do auxílio-desemprego e suas famílias, e um pagamento de estímulo para todos os contribuintes excluídos do estímulo federal.

Dados recentemente divulgados mostram que imigrantes indocumentados em New Jersey pagaram mais de US $ 1,36 bilhão em imposto de renda para o fundo de apoio ao desempregado do estado na última década.

Contudo, trabalhadores indocumentados e suas famílias não receberam nenhum auxílio-desemprego ou “alívio pandêmico” do estado nos últimos 100 dias.

Os ativistas estão pedindo a aprovação do projeto de lei S2480 / A4171, que daria aos imigrantes excluídos de New Jersey o alívio econômico de que precisam.

Apoiem os Pequenos negócios. Mantenha a economia girando!

CSI- A solução educacional para estudantes internacionais. Transferência de escolas de idioma. Transferência pós-formatura. Transferência após a conclusão do OPT. Estamos localizados em Chelsea e Worcester (MA). Tel: 888-910-5051.

GARDINI LAW- Determinados a vencer. Você tem direitos. Imigração. Criminal. Trabalhista. Acidentes de carro. Estamos localizados em Someville e Waltham. Tel: 855-337-8440.

MINEIRÃO MARKET- Venha conhecer nossas promoções. Açougue, verduras, doces, sucos, pães de sal e muito mais.  Temos 3 localizações para melhro lhe atender: Somerville, Marlboro e Malden. Ligue: (617) 301-3900.

Fonte: Redação – Brazilian Times.

Fonte: Brazilian Times