Presidente turco culpa embaixador americano por disputa sobre visto

11/10/201714h20As autoridades turcas atacaram os EUA na terça-feira (10) por sua decisão de suspender os para cidadãos turcos, defendendo seu direito de deter funcionários da embaixada americana que acusaram de espionagem e culpando o embaixador americano pela disputa.
“Nós não começamos esse problema”, disse o presidente Recep Tayyip Erdogan em uma entrevista durante visita à Sérvia. “O problema são os próprios EUA.”
Erdogan criticou o embaixador dos EUA, John Bass, por prejudicar as relações entre seus países e disse que ele deveria ter se demitido ou sido chamado depois de tomar essa decisão unilateral. Ele disse que as autoridades turcas não aceitarão visitas de , que já estava agendado para deixar a Turquia em alguns dias para ser o embaixador no Afeganistão.
“Nós não o consideramos o representante dos EUA na Turquia”, disse Erdogan. A Turquia não cancelou suas credenciais diplomáticas, entretanto.
O Departamento de Estado defendeu Bass na terça-feira, dizendo que sua decisão de suspender os serviços de vistos na Turquia foi autorizada nos mais altos níveis do governo americano, incluindo o Departamento de Estado e a Casa Branca.
“O embaixador Bass tem todo o nosso apoio, não apenas aqui no Departamento de Estado, mas também na Casa Branca”, disse Heather Nauert, a porta-voz do departamento.

Fonte: Folha de S.Paulo

Comentários Facebook

FN

Deixe uma Opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *