Kim contra Kim? O que diz o ‘plano’ para matar líder que a Coreia do Norte alega ter descoberto

Direito de imagemReuters.

Coreia do Norte revela suposto plano para assassinar líder do país A escalada nas tensões entre Estados Unidos e Coreia do Norte ganhou um novo capítulo nesta sexta-feira, quando o governo norte-coreano acusou os EUA e a Coreia do Sul de orquestrarem um “plano” para matar o líder Kim Jong-un.

O suposto plano, segundo um comunicado norte-coreano, seria executado por um homem identificado apenas como “Kim”, também norte-coreano, contratado pelos países “inimigos” para fazer o serviço.
O ataque seria feito com “substâncias bioquímicas”, mas foi “frustrado” antes de ser executado, diz a Coreia do Norte. Não se sabe, porém, o paradeiro do homem chamado “Kim”.

Cinco motivos que levaram o Rio à pior crise de segurança em mais de uma décadaAs 3 grandes incógnitas sobre a Assembleia Constituinte convocada por Maduro na VenezuelaAté agora, nem a CIA, agência de inteligência americana, nem a Coreia do Sul se pronunciaram sobre o assunto.
Mas analistas dizem que uma operação desse nível seria muito difícil de planejar e executar, considerando-se o forte esquema de segurança em torno do líder coreano.

Fonte: BBC