Justiça egípcia confirma prisão perpétua para ex-presidente Mohamed Mursi

A sentença, que é definitiva, confirma uma condenação à prisão perpétua – 25 anos no Egito – feita em 2016 contra Mursi por ter comandado uma “organização ilegal”, disse seu advogado, Abdel Moneim Abdel Maqsud, à AFP.

Fonte: G1