Ex-soldado gay revela abuso sexual no Exército da Coreia do Sul

O sul-coreano Jeram Kang, diz ter sido molestado durante o serviço militar obrigatório na Coreia do Sul.

O país permite que homens gays sirvam ao Exército, mas eles podem ser punidos se praticarem sexo, conforme o artigo 92-6 do Código Penal Militar sul-coreano, que está sendo revisto pela Justiça do país.

Depois que colegas veteranos souberam que Jeram era gay, ele foi vítima de abusos verbais, físicos e sexuais. O ex-soldado chegou a ser encaminhado para a ala psiquiátrica do Exército, onde diz ter sido obrigado a tomar antidepressivos.

Dez anos depois de terminar o serviço militar, Jeram decidiu usar depoimentos escritos a mão por ele e por outros ex-soldados gays em uma exposição, buscando gerar conscientização sobre o problema.

Confira no vídeo.

Produção: Julie Yoon and Kevin Kim | Imagens: Kevin Kim e Jungmin Choi | Ilustrações: Davies Surya | Edição: Kevin Kim

Fonte: BBC

Comentários Facebook