Após ultimato, Madri sinaliza que pode suspender autonomia da Catalunha

Mulher caminha por bandeira com os dizeres “Bem-vinda república” em Barcelona: governo catalão reforçou pedidos por diálogo após declaração de independênciaA woman walks past a torn down placard reading in Catalan “Welcome Republic” in Barcelona, Spain, Wednesday, Oct. 11, 2017. The Spanish Cabinet met in Madrid Wednesday to work out its response to an announcement from the head of the wealthy Catalonia region that he was proceeding with a declaration of independence, further fueling Spain’s worst political crisis in decades. (AP Photo/Emilio Morenatti) Foto: Emilio Morenatti / APRIO, MADRI e BARCELONA — O convite ao diálogo proposto pelo presidente regional da Catalunha, Carles Puigdemont, durante a declaração de independência na terça-feira, recebeu uma dura resposta de Madri. O presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, deu um prazo até a próxima segunda-feira para que o governo catalão esclareça se proclamou ou não a independência, e até a próxima quinta-feira para que uma possível declaração seja revertida. Embora não tenha mencionado a aplicação do Artigo 155, que suspende a autonomia da região, em seu discurso no Parlamento, Rajoy e o governo espanhol já sinalizam que podem recorrer à medida, e contam agora com o aval do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), até então reticente quanto à intervenção.

Fonte: Extra Online

Comentários Facebook

FN

Deixe uma Opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *