6 questões-chave para entender como a Coreia do Norte se tornou uma ‘nação pária’

Direito de imagemAFP/Getty Images.

Kim Jong-un é neto do fundador da Coreia do Norte, Kim Il-sung, que foi reconhecido pela União Soviética como o primeiro grande líder norte-coreano Por décadas, a Coreia do Norte é vista como uma das sociedades mais fechadas do mundo. Pelo estilo mão de ferro – muitas vezes bizarro – de seus líderes e comportamento beligerante, o país é constante alvo de críticas e troça, mas também motivo de grande preocupação entre os vizinhos.

E por agir muitas vezes em desrespeito a normas internacionais, pela ambição desenfreada em se transformar potência nuclear, pelo obsessivo culto à personalidade de seus líderes e pela opressão que impõe a seus cidadãos, ele é comumente visto como – e chamado de – “nação pária”.
Justamente por seu comportamento avesso a regras internacionais, o país tem sido alvo de sanções da comunidade internacional.

Como a Coreia do Norte paga por seu sofisticado programa militar?Tensão com a Coreia do Norte: O mundo pode estar próximo da 3ª Guerra Mundial?Os sinais que levam polícia a suspeitar de ligação do PCC com ‘roubo do século’ no Paraguai Ainda assim, nenhum dos líderes da dinastia Kim, que governa o país desde sua fundação, parece ter se intimidado pelo isolamento e por ameaças, nem mesmo as dos Estados Unidos.

Fonte: BBC