HR-1044: Chineses e indianos teriam vantagem na fila do green card

Foto24 Green Card HR 1044: Chineses e indianos teriam vantagem na fila do green card
Oponentes argumentam que, caso a HR-1044 seja aprovada, a lei seria discriminatória porque países menos populosos estariam em desvantagem

Até maio de 2018, mais de 395.025 estrangeiros esperavam na fila do green card, deste número, 306.601 eram indianos

Através da proposta HR-1044, o governo dos EUA tenta pela 2ª vez suspender o limite por país na emissão da residência legal permanente (green card). Consequentemente, o projeto de lei beneficiaria países como a Índia, China e México nas aplicações para o green card.

A proposta HR-1044, antiga HR-392 e também conhecida como “Fairness for High Skilled Immigrants Act”, apresentada ao Senado e Câmara dos Deputados visa a emissão de green cards conforme a data da aplicação e categoria, independente do país de nascimento do candidato. Com o apoio bipartidário e de gigantes da indústria tecnológica como Google, Microsoft e IBM, ela tem grande chance de aprovação na votação. Entretanto, apesar do objetivo da HR-1044 de aliviar o acúmulo atual através de um sistema de processamento mais eficiente, ela beneficiaria profissionais altamente qualificados naturais da Índia e China, além de petições familiares feitas por mexicanos. Em resumo, o projeto de lei não favoreceria igualmente imigrantes de todos os países.

De fato, até maio de 2018, mais de 395.025 estrangeiros esperavam na fila do green card tendo como base o vínculo empregatício. Deste número, 306.601 eram indianos. Atualmente, os EUA emitem anualmente 140 mil green cards tendo como base o vínculo empregatício, mas apenas o máximo de 7% pode ir para cada nacionalidade, independente da população do país. Consequentemente, isso gera o acúmulo de aplicações de imigrantes naturais de determinadas nações e esse atraso poderá demorar décadas para ser solucionado. Além de se destacarem no mercado tecnológico, a China e a Índia estão entre as nações mais populosas do planeta. Os imigrantes naturais desses dois países lideram os pedidos de green card através de contratos de trabalho nos EUA.

Os defensores do HR-1044 alegam que a extinção do limite ajudará a reduzir o acúmulo de casos pendentes, manterá a competitividade e a reputação inovadora dos EUA, além de ampliar a oportunidade para todos. Já oponentes argumentam que, caso a HR-1044 seja aprovada, a lei seria discriminatória porque países menos populosos estariam em desvantagem. Além disso, eles argumentam que a proposta favoreceria a indústria tecnológica em detrimento de outras, como a área médica.

Fonte: Brazilian Voice

Comentários Facebook