Governo dos EUA concederá mais 22.000 vistos para trabalhadores temporários

O governo do presidente Joe Biden anunciou na terça-feira um aumento no número de trabalhadores temporários que poderão trabalhar no país neste ano, conforme a economia se recupera da pandemia do coronavírus. O Departamento de Segurança Interna (DHS) disse que os Estados Unidos vão aprovar 22.000 vistos H2-B adicionais para trabalho sazonal, além do limite anual de 66.000 estabelecido pelo Congresso.

Ele citou o aumento da demanda dos empregadores, já que o número de pessoas que pedem seguro-desemprego está no ponto mais baixo desde o surgimento do surto COVID-19. O programa de visto H2-B tem apoio bipartidário no Congresso e de empresas em todo o país. É utilizado para preencher empregos em áreas como paisagismo, construção, hotéis e restaurantes, bem como em fábricas de processamento de carnes e frutos do mar e em parques de diversões.

No ano passado, o presidente Donald Trump autorizou 35.000 vistos H-2B adicionais acima do limite anual, mas três meses depois ele suspendeu o programa junto com outros programas de trabalhadores estrangeiros sob uma ordem executiva de longo alcance. Biden deixou a suspensão expirar. Os empregadores devem atestar que podem sofrer “danos irreparáveis” caso não recebam trabalhadores estrangeiros no âmbito do programa. Ao anunciar o aumento anual suplementar deste ano, o DHS disse que reservará 6.000 vistos para pessoas dos países do Triângulo Norte da América Central: Honduras, El Salvador e Guatemala.

Os centro-americanos, lutando contra a pandemia, as consequências de dois furacões e problemas de longa data, constituem uma parte significativa do número crescente de migrantes que procuram entrar nos Estados Unidos pela fronteira com o México. O secretário de Segurança Interna, Alejandro Mayorkas, disse que o aumento do visto reflete a meta do governo Biden de “expandir os caminhos legais de oportunidade nos Estados Unidos” para a população dos países do Triângulo Norte.

Fonte: Brazilian Press

Comentários Facebook