Zeca Pagodinho é tema de musical no teatro e anuncia que vem filme sobre sua vida por aí

O músico Zeca Pagodinho brinda o sucesso: “Sou um qualquer, mas estou me acostumando às homenagens” Foto: Leo Martins / Agência O Globo

De repente, Zeca Pagodinho levanta do sofá. O celular toca, mas ele logo silencia o aparelho e grita pelo neto Noah, de 7 anos. A voz ecoa pelo segundo andar da cobertura na orla da Barra, na Zona Oeste do Rio. Pouco antes, o avô havia encontrado a criança escondida sob um móvel. “O moleque é virado. Tem dias que falo que vou fazer uma reza ou tacar um para-raios nele”, avisa o sambista ao apresentar o menino para a equipe de reportagem. Um ruído abafado de aspiradores de pó invade o ambiente. A faxina na casa é motivo para um desabafo: “Como é chato. Se estou na sala, me pedem para ir para o quarto. Aí é só chegar no quarto que falam para eu sair”. Vestido numa calça larga, ele anda pra cá e pra lá, reclamando que os amigos do filho acabaram com as garrafas de cerveja da despensa. Zeca está inquieto, mas não demora para mostrar seu talento como anfitrião.
— Vocês querem beber o quê? — indaga para o repórter, o fotógrafo e duas assessoras de imprensa.

Fonte: Extra Online