Suspeito de matar moradora de rua em Curitiba comprou apartamento de R$ 2 milhões em Santa Catarina

O comerciante libanês suspeito de matar uma moradora de rua em Curitiba, em março de 2016, comprou um apartamento de R$ 2 milhões em Balneário Camboriú, no litoral de Santa Catarina. De acordo com a Polícia Civil do Paraná, o crime aconteceu por ódio a moradores de rua. Além da vítima que morreu, outro homem também ficou ferido com as agressões que sofreu.

Fonte: G1