Antes de tirar a própria vida, Brian Laundrie escreveu em um caderno que era o responsável pela morte da noiva Gabby Petito, segundo o FBI. O casal fazia uma viagem de van pelos Estados Unidos, quando desapareceu e as autoridades locais descobriram o crime após meses de investigação.

“Uma revisão do caderno revelou declarações escritas do Sr. Laundrie reivindicando a responsabilidade pela morte da Sra. Petito”, disse o escritório de campo do FBI em Denver, nos Estados Unidos, em um comunicado divulgado nesta sexta-feira (21).

O caderno foi descoberto em outubro, na mesma área onde foram encontrados os restos mortais de Brian Laundrie, no Parque Ambiental Myakkahatchee Creek, na Flórida, disseram as autoridades. Um revólver foi encontrado nas proximidades, afirmou o FBI.

As famílias de Petito e Laundrie chegaram a um acordo sobre como os pertences do casal, incluindo um notebook, serão distribuídos, disse o advogado da família Laundrie, Steve Bertolino, nesta sexta-feira, cerca de quatro meses após o corpo de Gabby Petito ter sido encontrado em Wyoming.

Laundrie havia sido alvo de uma caçada de uma semana quando seu corpo foi encontrado. Sua família foi informada de que ele deu um tiro na cabeça e sua morte foi considerada suicídio, disse Bertolino em novembro.

O advogado não disse qual família receberá o caderno. A família Petito se reuniu com o FBI em Tampa, na Flórida, esta semana e chegou a um acordo sobre a distribuição dos pertences dela e de Laundrie.

Os Petitos agradeceram o apoio do FBI, de acordo com um comunicado do advogado da família.

“Nós realmente apreciamos os esforços diligentes e meticulosos do FBI neste caso extremamente complicado. A qualidade e quantidade dos fatos e informações coletadas pelo FBI não deixam dúvidas (de que) Brian Laundrie assassinou Gabby”, disse.

O FBI informou na sexta-feira que a investigação sobre a morte “será encerrada em um futuro próximo”.

“Todas as etapas investigativas lógicas foram concluídas neste caso”, disse o agente especial encarregado do FBI em Denver, Michael Schneider. “A investigação não identificou outros indivíduos além de Brian Laundrie como diretamente envolvido na trágica morte de Gabby Petito”.

A resposta para o crime chega uma semana depois que um investigador independente determinou que dois policiais – que pararam a van de Petito em Moab, Utah, em 12 de agosto – deveriam ser colocados em liberdade condicional por “vários erros não intencionais” durante uma blitz de trânsito.

Os policiais concordaram em não acusar Gabby Petito, desde que ela e Laundrie passassem a noite separados. O investigador independente descobriu que os policiais negligenciaram seu dever ao não apresentar queixa.

Laundrie, 23, e Petito, 22, que estavam noivos, fizeram uma viagem na van Ford Transit convertida de Petito em junho e documentaram suas viagens nas mídias sociais. Laundrie voltou sozinho, dirigindo a van para a casa de seus pais na Flórida em 1º de setembro.

Enquanto a polícia procurava Petito em meados de setembro, Laundrie desapareceu. Os restos mortais de Petito foram encontrados alguns dias depois, na Floresta Nacional Bridger-Teton, no estado de Wyoming. A causa de sua morte foi apontada como homicídio por estrangulamento manual.

A noite específica que antecedeu a morte de Petito permanece um mistério. O FBI descreveu Laundrie como uma “pessoa de interesse” em seu assassinato, mas ele não foi acusado pelo assassinato, embora tenha enfrentado acusações por supostamente usar o cartão de débito de Petito sem autorização.

Seus restos mortais foram encontrados em 20 de outubro em uma área que estava submersa em uma reserva em North Port.

O pai de Laundrie, que o estava procurando com as autoridades quando os restos mortais de seu filho foram encontrados, descobriu o caderno perto do corpo de Laundrie. Especialistas disseram na época que o notebook poderia ser fundamental para fornecer respostas. O caderno estava molhado e as autoridades não disseram imediatamente se obtiveram alguma informação dele.

O advogado disse à CNN: “Gabby e Brian não estão mais com suas famílias e esta tragédia causou enorme dor emocional e sofrimento a todos que amavam um ou ambos. Só podemos esperar que com o encerramento do caso, cada família possa começar a se curar, seguir em frente e encontrar paz nas memórias de seus filhos. Que Gabby e Brian descansem em paz.”

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Fonte: CNN Brasil