Milhares protestam contra as batidas do ICE deste domingo

Milhares de manifestantes ocuparam ruas do País, de New York à Califórnia, para protestar contra a anunciada batida do governo para prender e deportar em massa imigrantes irregulares, ação prometida pelo presidente Trump para começar neste domingo (14).

A partir deste domingo, os agentes federais de imigração começam uma varredura em dez cidades (San Francisco, Los Angeles, Houston, Denver, Miami, New Orleans, New York, Baltimore, Chicago e Atlanta) para buscar e prender cerca de 2 mil famílias, como foi informado por Trump. Por causa do furacão Barry, Houston e New Orleans foram poupadas e não vão sofrer batidas imigratórias esta semana.

A operação visa somente os imigrantes irregulares que têm ordens de deportação, informou uma autoridade ligada ao caso à rede de TV ABC. Segundo a mesma autoridade, não haverá prisões do tipo “colaterais”, isto é, de pessoas que estiverem por acaso junto aos imigrantes visados.

Em New York, uma das dez cidades listadas para sofrerem com as batidas, centenas de manifestantes, organizados pelo grupo “Lights for Liberty”, marcharam em Manhattan, exigindo o fechamento dos centros de detenção superlotados da fronteira. Os manifestantes cantaram slogans como “acabem com os campos de concentração para imigrantes, “migração é um direito humano” e “Homeland Security está acabando com a liberdade”, segundo a ABC.

Em Aurora, no Colorado, cerca de 2 mil pessoas reuniram-se em frente ao prédio de detenção do ICE na noite de sexta-feira, numa manifestação também convocada pelo “Lights for Liberty”, segundo o jornal The Denver Post.

No sul da Califórnia, milhares também saíram às ruas na sexta-feira para protestar contra as batidas. Em West Hollywood, até mesmo o prefeito de Los Angeles, Antonio Villaraigosa, se juntou às manifestações, segundo a rádio KABC.

“Todos nós sabemos que todo país tem o direito de proteger suas fronteiras e fazer valer as leis imigratórias, mas isto precisa ser feito de acordo com nossos valores”, disse o prefeito.

Outro grupo reuniu-se par auma vigília perto do centro do Metropolitan Detention Center de Los Angeles, e outro ainda fez também vigília na Santa Ana’s Civic Center Plaza, no condado de Orange.

Fonte: AcheiUSA

Comentários Facebook