Maroon 5 joga para sua torcida no 2º show do Rock in Rio após substituir Lady Gaga

O canto emocionado em “Payphone”, a ginástica em “Moves like Jagger”, o “ô ô ô” sob comando de Adam Levine em “Daylight”, a comoção final com “Sugar”: tudo isso rolou igual ao dia anterior, mas com um tom acima no sábado (da plateia, não de Adam).

Fonte: G1