A 1ª Vara Criminal Especializada do Rio de Janeiro decidiu manter a prisão de Jeferson Tepedino Carvalho, preso na última sexta-feira (28) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Segundo a Justiça do Rio, ele é acusado de ter ligação com uma organização criminosa de contraventores, que seria chefiada por Rogério Andrade. 

A prisão preventiva do acusado foi mantida após audiência de custódia realizada nesse domingo (30). Ele era considerado foragido e, contra ele, havia um mandado de prisão expedido pela 25ª Vara Criminal do Rio. 

Jeferson foi um dos alvos da operação Calígula, do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), no ano passado. Segundo o MPRJ, ele era responsável pela gestão de casas de jogos de azar e tinha um papel relevante no grupo criminoso.

Ronnie Lessa

A operação Calígula também investigou a participação de Ronnie Lessa, acusado de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, em 2018, no grupo criminoso.

De acordo com o MPRJ, Lessa teria ligações com a quadrilha pelo menos desde 2009.

Fonte: Agência Brasil