Homem salvo com o irmão de ataques de cobras diz que cadela foi uma heroína: ‘Nunca será esquecida’

O mestre de obras Lindon Jhonson de Aquino, de 43 anos, que foi salvo de levar picadas de cobras pela cadela Mariana, em Anápolis, a 55 km de Goiânia, disse ao G1 que ela foi “uma verdadeira heroína”. O homem estava com o irmão, o motorista Demerval Aquino, 39, quando o animal brigou com duas jararacas. Após quatro dias internada, a cachorra não resistiu e morreu.

Fonte: G1