As menores temperaturas do ano para as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro podem ser registradas na manhã desta terça-feira (4), de acordo com a Climatempo.

A empresa de meteorologia afirma que a mínima prevista na capital paulista é de 9°C — o menor valor registrado anteriormente no ano foi 9,3°C, no dia 17/06/2023, pela estação automática do Mirante de Santana (INMET), ainda segundo a Climatempo.

Já no Rio está prevista mínima de 12°C — o menor valor anterior foi 12,4°C, no dia 21/06/2023, na estação da Vila Militar (INMET).

A Climatempo explica que isso se deve à atuação da alta pressão, impedindo a formação de nuvens de chuva, e a massa de ar frio que atua em parte do país.

A tendência nestas noites e madrugadas é de temperaturas mais amenas, mas as tardes devem ser mais quentes. O cenário deve mudar a partir de quarta-feira (5), quando começa a esquentar.

À CNN Rádio, a meteorologista da Climatempo Maria Clara Sassaki disse que, em São Paulo, o tempo será “muito aberto, com pouca nebulosidade e madrugadas de céu mais claro.”

“Por isso, o calor que a atmosfera ganha se perde durante a madrugada, com temperaturas mínimas mais baixas a semana toda”, observou.

Veja previsão para outras regiões:

Região Sul

No Sul, a condição será parecida: “O tempo fica firme, com chance de chuva somente a partir de quinta-feira, com a chegada de uma frente fria”, pontuou Maria.

Centro-Oeste

Assim como a semana passada, haverá “grande amplitude térmica, dias com temperaturas baixas, tarde com sensação de calor em todos os estados.”

Sassaki alertou para a baixa umidade relativa do ar, que traz atenção, e pode ficar abaixo de 12%, o que configura estado de emergência.

data-youtube-width=”500px” data-youtube-height=”281px” data-youtube-ui=”nacional” data-youtube-play=”” data-youtube-mute=”0″ data-youtube-id=”qRuFmFcIg78″

Nordeste

A região terá “nuvens carregadas ao longo de toda semana, pode ser de forte intensidade.”

A exceção fica para o interior do nordeste, que segue com ar seco, com chance de umidade abaixo dos 30%.

Norte

A região Norte vive o “verão amazônico”, caracterizado pela diminuição da chuva e aumento da temperatura, que passa dos 34 graus.

“Só chove no Amapá, Roraima e norte do Pará e norte do Amazonas”, completou.

*com informações de Amanda Garcia e Bel Campos, da CNN

Fonte: CNN Brasil