A cidade de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, está em estado de alerta devido às fortes chuvas que atingem o município desde a noite desta segunda-feira (12). Segundo a Defesa Civil municipal, na região de Juquehy, por exemplo, foram registrados 114,2 milímetros de chuva em menos de 24 horas.

Diversas ruas ficaram alagadas, e os moradores das áreas de risco, segundo a Defesa Civil, estão sendo informados sobre a situação. “É importante ressaltar que os moradores em áreas de risco devem sair de suas casas em casos de alagamentos, enchentes ou deslizamentos de terra, seguindo as orientações previamente fornecidas”, informou a prefeitura da cidade. Até o momento, de acordo com a administração municipal, não houve relatos de desabrigados.

Por causa das chuvas, a prefeitura decidiu suspender as aulas de hoje nas regiões de Juquehy, Barra do Sahy e Cambury, já que algumas ruas ficaram intransitáveis, impedindo a locomoção dos ônibus escolares.

Há quase quatro meses, durante o carnaval, a cidade de São Sebastião foi atingida por fortes chuvas, que provocaram a morte de 64 pessoas. Esta foi uma das maiores tragédias da história do estado. Foi também o maior acumulado de chuva de que se tem registro no país, atingindo a marca de 626 milímetros em São Sebastião. O bairro mais atingido naquela ocasião foi a Vila do Sahy.

A Defesa Civil municipal alertou ainda para a formação de ressacas no mar, com ondas que podem atingir 2,5 metros de altura. A previsão de chuvas intensas e de ressacas deve persistir até o final desta semana. Em caso de emergência, a prefeitura alerta para que os moradores acionem os telefones da Defesa Civil (199) ou do Corpo de Bombeiros (193).

Segundo a Defesa Civil estadual, o alerta para “chuvas fortes e contínuas” vale para todo o litoral paulista. As chuvas mais fortes devem atingir a Baixada Santista, os litorais sul e norte, além do Vale do Ribeira, que fica mais ao sul do estado.

Fonte: Agência Brasil