Câmara de Salvador aprova reajuste de 2,5% para servidores municipais

A proposta do HUB recebeu 38 votos favoráveis, dois contrários e uma abstenção. De acordo com comunicado da assessoria da Câmara, o vereador Edvaldo Brito, que votou contra o projeto, afirmou que o projeto não respeitaria a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que exige relatório de impacto fiscal. Já a mensagem enviada à Câmara do prefeito ACM Neto diz que o impacto orçamentário-financeiro da proposta, estimado, respectivamente, em R$ 190 mil, R$ 1,13 milhão e R$ 1,89 milhão, para os anos de 2017, 2018 e 2019, será considerado na estimativa de receita prevista no orçamento.

Fonte: G1