Apoiador de Trump que invadiu o Capitólio vestido de viking pega 41 meses de prisão

Jacob Chansley, o homem que participou da invasão ao Capitólio em seis de janeiro vestido com roupas de viking e o rosto pintado foi condenado nesta quarta-feira (17) a 41 meses,- três anos e quatro meses de prisão. A sentença foi dada pelo juiz Royce Lamberth, do U.S. District Judge, e é uma das mais pesadas decretadas aos envolvidos no episódio que resultou na morte de seis pessoas.

O apoiador do ex-presidente Donald Trump tem 34 anos e ficou conhecido como “QAnon Shaman”.

Ele foi indiciado em 8 de janeiro e já cumpriu 9 meses de prisão. Em março, o mesmo juiz federal que o sentenciou negou seu pedido de habeas corpus alegando “potencial risco de violência no futuro”. Em setembro, ele se declarou culpado por obstrução de um processo oficial, e admitiu ter usado um megafone para incitar a multidão e ameaçar o vice-presidente Mike Pence.

Durante a invasão, agentes de segurança do Parlamento americano afirmaram que foram espancados e sofreram insultos raciais. Ao menos 4 policiais que trabalharam para conter a invasão se suicidaram tempos depois.

Fonte: AcheiUSA

Comentários Facebook