Fort Lauderdale amplia permanência de moradores de rua em hotéis

O agravamento no número de infectados pelo coronavírus obrigou a cidade de Fort Lauderdale a manter os moradores de rua nos quartos de hotéis em que foram abrigados em maio; durante a primeira fase da pandemia de Covid-19.

As cerca de 60 pessoas foram acomodadas no Rodeway Inn & Suites Fort Lauderdale Airport e no Port Everglades Cruise Port Hotel na 2440 W State Rd. 84.  Pela programação eles tinham que deixar os quartos nesta segunda-feira (13).

Mas um telefonema de última hora do escritório do governador Ron DeSantis impediu que as pessoas fossem forçadas a sair.

O Estado informou às redes hoteleiras que irá continuar pagando os quartos com recursos do Emergency Management, gerenciado pelo czar Jared Moskowitz. Entretanto, não foi informado o volume de recursos que será empregado e por quanto tempo os moradores de rua terão estadia garantida nos hotéis.

Até o momento, a cidade de Fort Lauderdale desembolsou $ 530 mil  no programa de vouchers de hotéis e ajudou 110 pessoas que moravam nas ruas, segundo o gerente da cidade, Chris Lagerbloom. Ele informou que a cidade está sendo reembolsada por doações federais e estaduais vinculadas à Ajuda ao Coronavírus, à Lei de Socorro e Segurança Econômica, ou à Lei CARES.

“Ontem à noite, recebemos uma mensagem de nossos clientes ( hotéis) e dissemos a eles que havíamos encontrado recursos adicionais e não precisávamos encerrar o programa hoje”, disse Lagerbloom. “Não terminará hoje ou amanhã”, disse em entrevista ao jornal Sun-Sentinel.

Fonte: AcheiUSA

Comentários Facebook