Renan revela jogo ‘tenso’ e celebra título da Copa dos Campeões

O técnico Renan Dal Zotto comemorou neste domingo seu primeiro título de expressão no comando da seleção brasileira masculina de vôlei. Ele liderou a equipe rumo ao troféu da Copa dos Campeões, que reúne as principais seleções do mundo, a cada quatro anos, no Japão. A conquista veio com vitória sobre o anfitrião por 3 sets a 0.

Para ficar com o título, a seleção poderia ceder apenas um set ao rival neste domingo, em Osaka. Por conta desta pressão, Renan revelou que os jogadores entraram quadra tensos, apesar de terem do outro lado da quadra o lanterna da competição.

“Foi uma partida tensa porque sabíamos que precisávamos da vitória e íamos jogar contra a equipe da casa. O Japão tem um time difícil de se enfrentar e o Brasil está de parabéns pela forma que se comportou durante todo o jogo, mesmo com a pressão e a responsabilidade de vencer para conquistar o título”, comentou o treinador.

Renan assumiu o comando da seleção no início do ano, em substituição a Bernardinho, que liderou o time por 16 anos. Desde então, foi vice-campeão da Liga Mundial e campeão do Sul-Americano, torneio de nível fraco, que não é encarado como referência. A primeira grande consagração, enfim, veio com a Copa dos Campeões.

“Ficamos felizes de ter conquistado esse título em uma competição tão importante. A Copa dos Campeões foi uma competição maravilhosa, com um nível técnico muito alto e a prova disso é que as duas primeiras equipes classificadas são as mesmas dos Jogos Olímpicos do Rio: Brasil e Itália”, celebrou.

Líder da seleção dentro de quadra, o capitão Bruninho destacou a concentração da equipe diante do Japão. “Nossa equipe entrou em quadra muito focada sabendo da qualidade do Japão e mostrando respeito por eles. A nossa agressividade no saque fez a diferença desde o início. Foi uma partida em que nossa equipe foi feliz de ter entrado em quadra concentrada e alcançamos nosso objetivo que era sair daqui com o título”, afirmou o levantador.

Fonte: ISTOÉ Independente