Com foco na Libertadores, Botafogo deve jogar com time misto contra o Santos

O Botafogo enfrenta o Santos neste sábado, às 19 horas, no estádio do Engenhão, no Rio, pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro, já de olho no jogo da próxima quarta-feira que vai decidir uma vaga na semifinal da Copa Libertadores contra o Grêmio, em Porto Alegre. Por isso, a equipe deve começar a partida com vários reservas. A tendência é que somente Gatito Fernández, Victor Luís, Rodrigo Lindoso e Bruno Silva, dentre os prováveis titulares no Sul, joguem contra os paulistas.

Na sétima posição no Brasileirão com 34 pontos, o Botafogo pode chegar ao G6, a zona de classificação para a Libertadores de 2018, se derrotar o Santos. Por isso, no discurso, a atenção neste momento é para a partida deste sábado. “É um jogo muito importante e agora o nosso foco está todo voltado para este compromisso com o Santos. Estamos brigando lá em cima e precisamos desse resultado positivo”, disse o técnico Jair Ventura.

O volante Matheus Fernandes faz coro com o treinador. “Esse jogo é importante, estamos brigando em cima. Não esquecemos o Grêmio, mas não podemos deixar de focar no Brasileiro. É uma competição importante, temos que brigar para focar lá em cima. Queremos vencer todos os jogos, depois a gente pensa no Grêmio. É importante para a nossa caminhada”, afirmou.

O Santos também deve usar reservas neste sábado, já que, assim como os cariocas, disputa as quartas de final da Libertadores contra o Barcelona, do Equador – se ambos se classificarem, farão uma das semifinais do torneio continental.

Matheus Fernandes afirma que isso não deve interferir na disposição dos botafoguenses. “Não temos que entrar no jogo com pensamento que é time reserva porque é o Santos. Para estar lá tem que ter qualidade. Tem que pensar em ganhar do Santos, sendo reserva ou não”, concluiu.

Fonte: ISTOÉ Independente