Por 2018, Geraldo Alckmin ensaia discurso de oposição a Michel Temer

17/09/201702h00Em busca de um caminho para ao Palácio do Planalto em 2018, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) começou a testar um discurso crítico ao governo de Michel Temer.
Depois de oscilar no debate sobre o com o presidente, o tucano deu início a um movimento gradual para se descolar da imagem desgastada e do peemedebista.
Em reuniões políticas reservadas, Alckmin confidenciou que não enxerga espaço para um discurso de continuidade na próxima disputa presidencial. Ele compara a eleição de 2018 à de 1989, quando candidatos de oposição a José Sarney tiveram melhor desempenho nas urnas.
Nesses encontros, o governador adota tom crítico à gestão de Temer em assuntos como privatizações, reformas econômicas e segurança.
Caso Alckmin consolide sua candidatura, integrantes de seu círculo mais próximo defendem até que o governador abandone a ideia de para uma aliança eleitoral –mesmo que isso signifique um espaço menor na propaganda de rádio e TV durante a campanha.
O governador pretende reforçar a defesa do ajuste fiscal, que considera essencial para conquistar o apoio do mercado financeiro, mas aponta erros na condução dessa política por Temer e apresenta visões alternativas.

Fonte: Folha de S.Paulo