Joe Biden gastou US$ 10 mil em sorvete na campanha

A vitória de Joe Biden para a presidência dos EUA muda drasticamente o cenário geopolítico; na cozinha da Casa Branca, a mudança não será tão radical.

Apesar de não cometer as barbaridades alimentares do antecessor Donald Trump –o bufão republicano gosta, entre outras coisas, de comer apenas o recheio da pizza, sem massa–, Biden também tem um repertório gastronômico limitado.

O presidente-eleito dos Estados Unidos é fanático por sorvete.

“Eu não fumo. Eu não bebo. Mas eu como um montão de sorvete”, teria dito o político democrata em 2016. De acordo com a imprensa norte-americana, o comitê de campanha de Joe gastou nada menos do que US$ 10 mil em sorvete.

Em casa, segundo o Washington Post, ele compra os potes da Haagen-Dazs. Quando quer algo especial, o futuro chefão escolhe o sabor manteiga de amendoim com chocolate, da marca Jeni’s Splendid Ice Cream, de Ohio.

Além do sorvete, Joe Biden é fã de macarrão ao sugo. Consta que sua especialidade na cozinha é cabelo-de-anjo com molho enlatado.

A dieta do tiozinho também inclui frango à parmegiana, sanduíche de manteiga de amendoim com geleia de uva, queijo e ovos.

Nada muito excitante, mas um avanço considerável em relação a Donald Trump. O presidente atual não gosta de tomar café da manhã e só belisca no almoço. No jantar, se entope de McDonald’s, pizza sem massa e bifes estorricados.

(Siga e curta a Cozinha Bruta nas redes sociais.  Acompanhe os posts do Instagram, do Facebook  e do Twitter.)

Fonte: Folha de S.Paulo

Comentários Facebook