O que é o ‘secador de cabelo’, fenômeno meteorológico que ajuda a derreter a Antártida

Direito de imagemBAS.

Sobre a superfície da plataforma gelada Larsen C, são observadas lagoas de água derretida O vento não traz boas notícias para as plataformas de gelo do leste da península Antártica: segundo um novo estudo, um fenômeno atmosférico que provoca o derretimento da região é mais frequente do que se pensava.

Trata-se dos chamados ventos foehn, que percorrem as grandes montanhas da península, aumentando a temperatura do ar no lado oposto de onde ele sopra e provocando o descongelamento dessa área.
“A melhor maneira de entender estes ventos é (vê-lo) como um secador de cabelo”, explica Jenny Turton, da Pesquisa Britânica Antártica (BAS, na sigla em inglês).

Último macho de sua espécie, rinoceronte entra no Tinder em campanha por reproduçãoO que são as turbulências de céu claro que deixaram 27 feridos em um voo entre Rússia e Tailândia”Eles são quentes e secos e sopram ladeira abaixo. Na primavera, o ar sobre a plataforma de gelo é geralmente de -14°C, mas com os ventos foehn a temperatura fica acima do ponto de congelamento (de 0°C).

Fonte: BBC