Estudante britânica escolhe Beyoncé como tema de tese de sociologia

Direito de imagemMolly Inglis/Getty.

Molly Inglis analisou 10 mil palavras para escrever dissertação sobre a cantora Beyoncé O que é o “feminismo Beyoncé”? A pergunta já pautou muitas conversas em mesa de bar e “textões” nas redes sociais. Mas recentemente também foi tema do trabalho de conclusão de curso na Universidade de Warwick, no Reino Unido.

A estudante Molly Inglis, de 20 anos, analisou 10 mil palavras de letras das músicas da cantora americana para escrever as 66 páginas de sua dissertação em Sociologia.
Para a jovem, chama a atenção a forma como Beyoncé vê mulheres e o sexo. Segundo Inglis, a artista promove mensagens favoráveis à sexualidade com ênfase no sexo seguro e com consentimento. Dessa forma, passou, em especial nos últimos anos, a abraçar o feminismo de um jeito próprio.

Para escrever a dissertação, Inglis decidiu focar a análise nos dois últimos álbuns da cantora: Beyoncé (2013) e Lemonade (2016).
.

Beyoncé encoraja as mulheres, diz a estudante “(Beyoncé) encoraja as mulheres a serem sexuais, a assumirem o controle da situação num quarto e a fazerem sexo por elas mesmas, para o prazer delas”, afirma a estudante.

Fonte: BBC