Ensaio mostra cicatrizes e traumas de 101 sobreviventes de tiros nos EUA

Eles foram baleados e sobreviveram.
A americana Kathy Shorr fotografou 101 sobreviventes de armas de fogo nos Estados Unidos.
Ela conta que os disparos ocorreram em diferentes locais: cinemas, igrejas e até mesmo dentro de casa.
“Quase todas as fotos foram tiradas nos locais onde os disparos aconteceram”, conta Shorr.
Shorr chama seus fotografados de “sobreviventes” e não “vítimas”, uma vez que não sabe como e por quem foram baleados.
“Muitas pessoas podem achar que fazer esse tipo de projeto é desanimador”, disse.
“Realmente, há um componente sombrio, mas também traz muita luz”, filosofa.
Shorr acrescenta que conheceu pessoas “heroicas, extraordinárias e bonitas”.
“Elas querem ajudar os outros a não passarem pelo que passaram”, conclui.

Fonte: BBC