Democracia animal: cachorros selvagens africanos espirram para ‘votar’ em decisões coletivas

A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Cientistas desvendam por que cães selvagens na África fazem reuniões com ‘espirros’ Cachorros selvagens africanos “votam” para tomar decisões sobre a matilha. E fazem isso por meio de um expiração curta e rápida pelo nariz, que faz barulho, como um espirro. É o que descobriu um novo estudo científico.

A pesquisa monitorou cachorros selvagens ameaçados de extinção na Reserva Moremi e no Delta do Okavango, em Botsuana, na África. E descobriu que esses animais dão espirros para opinar se devem ou não sair em grupo para caçar.
Fazem isso em uma espécie de reunião política coletiva, como uma “assembleia”.

Como o furacão Irma se compara a outras tempestades históricasEm tour nos EUA, Bolsonaro dirá que associá-lo à extrema-direita é ‘fake news’Antes dessa descoberta, se pensava que os cachorros estivessem apenas limpando suas narinas antes de iniciar uma caçada – como uma assoada de nariz.
Mas os zoólogos gravaram detalhes de 68 dessas reuniões e perceberam que, quanto mais bichos davam espirros, mais provável era que a matilha partisse para uma caçada.

Fonte: BBC