Como frascos de xampu, água e tubos de plástico podem salvar milhares de bebês no mundo

Cerca de 920 mil crianças morrem anualmente de pneumonia, doença que faz com que seus pulmões parem de absorver oxigênio.
Diante desse problema, o médico Mohammod Jobayer Chisti, de Bangladesh, criou um equipamento que usa frascos de xampu e tubos de plástico para ajudar crianças com pneumonia a respirarem.
Um ventilador mecânico convencional custa cerca de R$ 47 mil, mas o desenvolvido pelo médico custa menos de R$ 4.
Em 1996, Chisti estava trabalhando na pediatria de um hospital na Índia quando fez uma promessa a si mesmo: iria descobrir uma forma de fazer com que crianças parassem de morrer com pneumonia.
Foram duas décadas de pesquisas e testes até que encontrou uma solução de baixo custo para salvar vidas.
O aparelho já ajudou mais de 600 crianças. Bolhas que se formam na água armazenada no equipamento aumentam a absorção de oxigênio pelos pacientes. Dessa forma, ampliam também as chances de sobrevivência em casos de pneumonia aguda.
Um teste mostrou que ele é capaz de reduzir mortes em até 75%. Os resultados foram publicados na revista acadêmica de medicina Lancet.

Fonte: BBC