Bolsonaro ‘jamais terá base’ para vencer eleição, afirma Tarso Genro

Direito de imagemDivulgação.

Ex-ministro de Lula, Tarso Genro critica ‘oligopólio’ da mídia e delações premiadas conduzidas em ‘quadro de exceção’ Um dos principais expoentes do Partido dos Trabalhadores, o ex-governador do Rio Grande do Sul e ex-ministro da Justiça Tarso Genro considera que o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) “jamais terá base eleitoral e política” para vencer a eleição presidencial de 2018 e não representa ameaça nas urnas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo pesquisa Datafolha divulgada neste domingo, Lula tem 30% das intenções de voto enquanto Bolsonaro tem 15%, despontando com chances de chegar a um eventual segundo turno no pleito do próximo ano. Aprovação de Temer cai a 10%; 92% veem país no rumo errado”A polarização entre Lula e Bolsonaro caracterizaria uma disputa frontal entre um vasto campo de centro-esquerda e a direita com tendências fascistas no Brasil, que jamais terá, na sociedade brasileira, uma base eleitoral e política majoritária”, afirmou em entrevista à BBC Brasil.

Apesar das acusações de delatores da Operação Lava Jato, Tarso Genro continua manifestando confiança na inocência de Lula.

Fonte: BBC