Paris: policiais e encapuzados se enfrentam em manifestação no Dia do Trabalho

Em Paris, policiais e manifestantes encapuzados entram em confronto durante manifestação pelo 1° de MaioYoan Valat/EPA/Agência LusaForças policiais enfrentaram grupos de encapuzados na tarde desta segunda-feira (1°) em Paris, logo no início de uma manifestação sindical em comemoração ao Dia do Trabalho da qual participavam milhares de pessoas.
Segundo a delegacia de polícia, pelo menos três agentes ficaram feridos – um deles em estado grave – depois do lançamento de coquetéis molotov pelos encapuzados, que ficaram posicionados no começo da marcha, organizada na praça da República pela Confederação Geral do Trabalho, Força Operária, a Federação Sindical Unitária e a Sud.
A prefeitura, que tinha mobilizado 2 mil agentes para fazer frente a eventuais distúrbios nesta convocação, também disse que uma pessoa foi detida por portar uma arma.
Os agentes policiais lançaram bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os encapuzados – cerca de 150 – do resto dos manifestantes, que ficaram parados antes de retomar a marcha em direção à praça da Nação.
Os encapuzados levavam alguns cartazes nos quais mostravam claramente sua rejeição por ter de escolher entre os dois candidatos que disputarão o segundo turno, o social-liberal Emmanuel Macron e a ultradireitista Marine Le Pen.
Os sindicatos franceses celebraram o 1° de Maio divididos sobre como se posicionar em relação ao crescimento de Le Pen nas pesquisas de intenção de voto, já que enquanto os “reformistas” pediram voto explicitamente para Macron, o mais esquerdistas não querem ser associados a um programa social-liberal que criticam.

Fonte: Agência Brasil