Aumentam na Catalunha as pressões por independência

Milhares de pessoas saíram às ruas na Catalunha pedindo independência. Houve mais de 900 feridosAlejandro García/EFEO presidente da Catalunha, Carles Puigdemont, vem sofrendo fortes pressões de setores separatistas para que retire a suspensão dos efeitos da declaração de independência e proclame a república.
O movimento separatista catalão não é recente, mas as tensões estão aumentando nos últimos meses, após o presidente ter decidido levar a independência até o fim.
No último dia 1º, a Catalunha realizou um referendo que não foi reconhecido pelo governo espanhol, em um domingo de tumulto e com mais de 900 feridos. O clima de tensão continuou a crescer com Puigdemont declarando a independência da Catalunha, mas suspendendo seus efeitos, com a justificativa de abrir caminho para o diálogo com o governo espanhol.
Com este movimento, o presidente parece ter pretendido agradar a todos, solicitando diálogo com o governo central e tentando diminuir o nível de tensão. Por outro lado, deu a entender que a independência foi, sim, proclamada e apenas suspensa temporariamente, numa tentativa de não causar revolta dentro do movimento independentista. No entanto, parece que a estratégia não vem funcionando e presidente da Catalunha está cada vez mais sob pressão.
Com a posição do presidente da Espanha, Mariano Rajoy Brey, de não se mostrar aberto ao diálogo, vários grupos separatistas catalães agora exigem que Puigdemont retire a suspensão dos efeitos da declaração e declare abertamente a independência.

Fonte: Agência Brasil

Comentários Facebook

FN

Deixe uma Opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *